Rio, São Sebastião, Foz, Maceió e Fortaleza batem 90% de ocupação nos hotéis

Rio, São Sebastião, Foz, Maceió e Fortaleza batem 90% de ocupação nos hotéis


Mais de um ano e meio depois do início da pandemia, cidades turísticas brasileiras voltaram a registrar lotação máxima nos hotéis. No estado do Rio de Janeiro e na capital fluminense, a Associação Brasileiro de Hoteis (ABIH-RJ), registrou 95% de ocupação para o feriado de Proclamação da República, em 15 de novembro.

A previsão é muito semelhante a do estado de Alagoas, onde a ABIH-AL projeta 94%, com tendência a aumentar. Na capital, Maceió, dados da secretaria municipal de Turismo apontam que a lotação já bateu 92%. Expectativa alta também na cidade de Foz do Iguaçu, onde até esta sexta-feira (12/11), a rede hoteleira da cidade já atingia 95% de ocupação, com expectativa de chegar a 100%.

O índice já foi batido na cidade de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, segundo a prefeitura. O município engloba praias como Baleia, Boiçucanga, Juquehy e Maresias.

Impulsionado pelos bons números, o grupo Viale inaugurou o terceiro hotel em Foz do Iguaçu e já planeja um quarto para o público de luxo no ano que vem. “O cenário de retomada tem se mostrado bastante forte no turismo em Foz do Iguaçu. Chegamos a ocupação de 100% em nossos 3 hotéis nesse feriado da proclamação da república. Esse cenário tem sido muito oportuno para nós”, afirma Bruno Belletti, Diretor de Operações da rede.

No Rio de Janeiro, o famoso Hotel Nacional que fica à beira da praia de São Conrado foi um dos que bateu 100% de ocupação. “A ocupação vem subindo feriado a feriado. Já tínhamos batido 90% e agora chegamos a 100%, é muito bom ver o hotel cheio de novo depois de muito tempo”, afirma a gerente geral Renata Beraldo.

Com a viagem marcada em cima da hora para o Rio de Janeiro e sem ter onde ficar, os amigos Vitor Miguel, que é administrador, e Vinicius Peixoto, gerente comercial, optaram por uma solução diferente.

“A gente até tentou alugar hotel só que a maioria estava esgotada, aí a gente já tinha feito umas amizades da vez que a gente passou o Réveillon [no Rio], pegamos o apartamento de um amigo que é guia turístico e aí já fechamos pacote com passeio, hospedagem e tudo”, disse Vinicius.

O engenheiro agrônomo Paulo Reis e o marido Renato Reis, que é servidor público, planejaram a viagem com mais antecedência e não tiveram problemas. “A nossa viagem estava marcada desde meados de julho, daí quando foi em setembro, a gente decidiu fazer reserva de hotéis e passagem área e aí não foi difícil. Mas nosso hotel está bem cheio, se não estiver com 100% de ocupação deve estar quase, você repara pelo café da manhã, pelo entra e sai do hotel, você vê bem isso”, disse Renato.

Para a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), a expectativa para este feriado (dia 15) é de lotação acima de 70% nas capitais de praia do Nordeste. Já em municípios de serra, com tradição turística, com ocupação prevista de 60% para cima. A FBHA aponta curva ascendente desde a Páscoa. No ano passado, os hotéis ficaram com apenas 23% dos quartos ocupados.


Fonte: CNN Brasil | Notícias do Brasil e do mundo em tempo real

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.

Top Post Ad

Below Post Ad

Subscribe Us