A IMPERATRIZ E A INDEPENDÊNCIA

A IMPERATRIZ E A INDEPENDÊNCIA


A atitude da Imperatriz Dona Leopoldina, defendendo os interesses brasileiros, acha-se eloquentemente estampada na carta que escreveu ao Imperador Dom Pedro I, por ocasião da Independência do Brasil:

“É preciso que volte com a maior brevidade. Esteja persuadido de que não é só o amor que me faz desejar mais que nunca sua pronta presença, mas sim as circunstâncias em que se acha o amado Brasil. Só a sua presença, muita energia e rigor podem salvá-lo da ruína.”

O Embaixador Antônio de Meneses Vasconcelos Drummond, amigo de José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, e de seus irmãos, participante direto daqueles acontecimentos, afirma:

“Fui testemunha ocular, e posso asseverar aos contemporâneos que a Princesa Leopoldina cooperou vivamente, dentro e fora do País, para a Independência do Brasil. Debaixo desse ponto de vista, o Brasil deve à sua memória gratidão eterna.”

Fonte: XAVIER, Leopoldo Bibiano. Revivendo o Brasil Império. 1º ed. São Paulo: Artpress, 1991, pp. 198-199.
Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.

Top Post Ad

Below Post Ad

Subscribe Us