Dirigível Graf Zeppelin

Dirigível Graf Zeppelin

Há quase 88 anos, a passagem por Rio Grande do dirigível Graf Zeppelin em um de seus voos desde a Alemanha até Buenos Aires, de uma semana de duração. Em 29 de junho de 1934, em uma sexta feira, por volta das 15h15 min,o Graf Zepelim majestosamente sobrevoa a rua Marechal Floriano. 
Tinha 213 m de comprimento, 5 motores, transportava 24 passageiros e cerca de 45 tripulantes e um volume de 105.000 m³, sendo o maior dirigível da história até a data de sua construção em 1928. Sua estrutura era baseada numa carcaça de alumínio, revestida por uma tela recoberta por lona de algodão, pintada com tinta prata, para absorver o calor. Dentro dela, existiam 60 pequenos balões inflados com gás hidrogênio juntamente com os seus 5 motores Maybach, com 12 cilindros, desenvolvendo até 550 HP (máximo) cada, alimentados com um combustível leve, o Blau Gás e gasolina, que o mantinham no ar, a uma velocidade de até 128 km por hora. Tinha capacidade de carga para até 62 toneladas.
Grupo Beira Mar, resgatando a Memória Histórica da cidade – Movimento conservacionista 42 anos.
Associe-se a Biblioteca Rio-Grandense ela precisa da sua ajuda.

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.

Top Post Ad

Below Post Ad

Subscribe Us