Novas regras do PIX começam a valer a partir de segunda-feira

Novas regras do PIX começam a valer a partir de segunda-feira

O banco vai poder bloquear de forma preventiva o dinheiro do cliente por até 72 horas



O PIX passa a ter novas regras a partir deste mês, após a disparada de roubos e sequestros, envolvendo o método rápido de pagamento e transações bancárias pelo celular.

Nesta segunda-feira (4), começa a valer o limite de R$ 1.000 para realizar transferências entre às 20 horas e 6 horas.
O Banco Central (BC) anunciou a medida que tem como objetivo coibir a ação dos criminosos.

Especialistas dizem que há outras formas de proteger-se contra os crimes cibernéticos, como por exemplo, abrindo duas contas.

Qualquer usuário que possui o aplicativo do banco no celular consegue fazer transferências pelo Pix, sem precisar fazer nenhum cadastro.

Uma das mudanças, permite ao banco bloquear de forma preventiva o dinheiro do cliente por até 72 horas quando houver suspeita de fraude. O bloqueio vai dar uma chance ao banco de analisar detalhadamente a transferência que foi solicitada e ser possível recuperar o valor retirado da conta pelo criminoso.

Será obrigatório notificar e compartilhar informações sobre uma infração com as demais instituições sempre que houver consulta a uma chave Pix. O uso de informações vinculadas às chaves Pix será ampliado para prevenir fraudes.

No entanto, as instituições financeiras serão penalizadas se houver comprovação que a fraude aconteceu por causa de falhas nos mecanismos de segurança e de gerenciamento de riscos.

Pix Saque e Pix Troco

O Banco Central pretende lançar em breve dois novos produtos do Pix. Neste caso, o BC também limitou os valores, R$ 500 durante o dia e R$ 100 entre 20 horas e 6 horas.

O Pix saque vai ser semelhante ao saque bancário tradicional. O cliente fará um Pix para o agente de saque (neste caso, qualquer comércio ou caixa eletrônico que tiver o serviço disponível). O saque será efetuado a partir da leitura de um QR Code.

Dessa forma, a pessoa terá acesso ao dinheiro em notas. Estabelecimentos comerciais e caixas eletrônicos poderão oferecer o saque.

Já o Pix troco tem um funcionamento parecido. O diferencial é que o dinheiro vivo vai poder ser sacado durante o pagamento de uma compra no comércio. O Pix, então, seria no valor composto pela compra em si mais o valor a ser sacado. No extrato virá especificado as duas quantias.

Fonte: www.jornalcontabil.com.br

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.

Top Post Ad

Below Post Ad

Subscribe Us