Cientistas identificam planetas que podem interceptar sinais da Terra

Cientistas identificam planetas que podem interceptar sinais da Terra

 Estudo listou 29 exoplanetas podem captar ondas de rádio e TV e também acompanhar o movimento do planeta ao redor do Sol

Cientistas identificaram 29 planetas que podem interceptar ondas de rádio da Terra 



Há muito tempo os humanos observam o céu e tentam imaginar como é a vida dos possíveis alienígenas que habitam o universo, mas agora cientistas inverteram essa situação e identificaram pontos no espaço onde os seres extraterrestres podem estar observando as formas de vida aqui na Terra. O estudo conduzido por astrônomos da Universidade de Cornell e do Museu Americano de História Natural foi publicado na quarta-feira, da semana passada, na revista Nature.


Os pesquisadores consultaram um catálogo da Agência Espacial Europeia conhecido como Gaia que possui registros de posições e movimentos estelares. A partir desse material, produziram uma lista com 1.715 sistemas estelares próximos ao nosso, onde qualquer habitante dos planetas pode observar a Terra em seu movimento de translação ao redor do Sol.

Após fazer a análise dos planetas que formam esses sistemas estelares, os cientistas chegaram à conclusão de que 29 deles são potencialmente habitáveis e, além de estarem bem posicionados a ponto de acompanhar o movimento da Terra, também podem interceptar transmissões de rádio e televisão.

“Do ponto de vista dos exoplanetas, planetas fora do Sistema Solar, nós somos os alienígenas. Queríamos saber quais estrelas têm o ponto de vista correto para ver a Terra, pois ela bloqueia a luz do Sol”, destaca Lisa Kaltenegger, professora de astronomia e diretora do Instituto Carl Sagan da Universidade Cornell, em comunicado divulgado pela instituição educacional.

Movimentações


Esses 29 exoplanetas estão distribuídos em 46 sistemas estelares diferentes e, de acordo com as informações divulgadas no estudo, todos eles podem estar acompanhando as movimentações da Terra há cerca de 5 mil anos. Como exemplo, os astrônomos citam um sistema conhecido como Ross, que tem uma estrela anã vermelha que está há cerca de 11 anos-luz de distância da Terra e perto o suficiente para conseguir captar ondas de rádio e televisão.


O planeta desse sistema estelar que está mais próximo daqui possui aproximadamente duas vezes o tamanho do nosso planeta e pode ter ficado em uma região do espaço que permitia a observação da Terra por mais de 2 mil anos, mas saiu dessa posição há mais ou menos 900 anos.

“Pode-se imaginar que existem mundos além da Terra que já nos detectaram e estão se perguntando se eles estão sozinhos no cosmos. Este estudo é um experimento de pensamento intrigante para o qual um de nossos vizinhos pode ser capaz de encontrar e estudar o nosso planeta”, afirma Jackie Faherty, cientista sênior do Departamento de Astrofísica do Museu Americano de História Natural.

fonte: Correio do Povo



Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.

Top Post Ad

Below Post Ad

Subscribe Us